sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Please Mia die!

Estou sem tempo pra nada e confesso que mesmo que isso seja tudo que eu desejei durante as minhas férias, a rotina não está sendo nada fácil. Mesmo assim, eu estou amando, porque simplesmente fico longe da comida. Eu como se eu quiser e, como ultimamente eu estou tentando desesperadamente (mais do que nunca) me livrar desse monte de gordura, to me comportando quase bem.
Eu digo quase porque não é fácil se livrar assim da Mia. Ela me induz, me provoca! "Pode comer, coma o que você quiser, aproveite! Depois que você estiver cheia, já sabe o que fazer. Eu estou aqui, tudo vai ficar bem". Eu preciso colocar logo na minha cabeça que o que eu comer, vai ficar dentro de mim e ponto. Nada de ficar comendo pra depois miar porque nessa, eu nunca vou parar de comer feito uma desesperada!
Foi assim que eu tive uma compulsão ferradona ontem quando cheguei da faculdade, depois de um dia inteirinho de NF. Minha mãe estava me esperando, pela primeira vez essa semana. Quando todo mundo tá dormindo, eu chego e já me arrumo pra dormir. Ontem, não. Fomos conversar. "Prova esse doce que a mãe deixou pra você" ou "Come alguma coisa salgada também" ou "Quer que a mãe bata uma vitamina pra você?".
Falo mais nada, já era. Já era a partir do momento que eu dei a primeira mordida no doce. Eu não sei o que é "sair um pouco do controle". Ou eu saio totalmente, ou eu permaneço seguindo tudo à risca. Um deslize pra mim é o fim, já acaba com tudo... Então...
Burra! Burrice isso! Comi tanto, mas tanto! Achei que estaria com o dobro do peso hoje. Quando a minha mãe foi dormir, eu comi tudo que eu pude! Enquanto miava, as lágrimas caiam no vaso sanitário junto com aquele monte de porcaria! Patético! Tinha ido tão bem durante a semana...
Hoje tomei coragem e me pesei. (Continuo me pesando todos-os-malditos-dias!) Mas vi que não engordei nenhum(a) grama! Poderia ter emagrecido, porém... Nem comento.
De qualquer forma, hoje é um outro dia. Já comi três maçãs! Puts! Café, almoço e, agorinha há pouco, comi a outra que era pra mais tarde. Agora chega.
Bom, é isso. Minha cabeça estava um caos ontem, meu Deus! Precisava me ver na aula, maior cara de morta-viva! Tive que sair da sala, dar uma volta, respirar. Deu vontade de chorar, não ver ninguém, to me sentindo tão, mas tão gorda! Morro de nojo!
Daqui 2 semanas eu falo meu peso aqui, ok? Seja ele qual for. Vai servir de estímulo pra tomar vergonha nessa cara gorda logo. (Cara gorda e inchada, de tanto miar!)
Desculpem o post gigante, obrigada por me receberem de volta! Semana que vem eu posto com mais freqüência! Beijo;*


(NÃO exagerem no fim de semana, ok?)

Semana:
Segunda: 64 cal
Terça: NF
Quarta: 231 cal
Quinta: (alguém já se atreveu a tentar contar as calorias de uma compulsão???)
Sexta: 192 cal


7 comentários:

Anna Dark disse...

"...Eu não sei o que é "sair um pouco do controle". Ou eu saio totalmente, ou eu permaneço seguindo tudo à risca. Um deslize pra mim é o fim, já acaba com tudo..."

Bate aí, sou muito igual a vc!!

E sabe qual o meu medo nessa minha história toda? Trocar um TA por outro. Virar uma compulsiva, sabe?

Tipo, desde que botei na minha cabeça que n queria essa vida pra mim, eu venho comendo cerca de 400kcal por dia. Nunca mais fiz NF, nunca mais miei, nem usei laxantes ou algo assim. Tudo que entra assim permanece. Mas é uma luta diária viu? N é fácil não.

400kcal é pouquíssimo pra quem quer se curar, mas n consigo ir além disso. Porque eu sei que n tenho limites, se eu enfiar meu pé na jaca eu faço dela uma pantufa, certo.

Porque somos assim né amiga?
Que complicado isso.

Fico feliz que vc n queira a mia pra vc. Nós bem sabemos que ela é uma falsa esperança. E tem o poder de acabar com tudo o que conseguimos de bom.

Se vc precisar de ajuda , estou aqui. Sei que n estou em condições de dar conselho a ninguém, mas quando tudo é feito com o coração nào tem palavras sábias que substituem o carinho.

Beijo pra vc, Barbie.

:o)

Anna Dark disse...

Barbie!!!

Vc nào vai acreditar!!

Saí daqui e voltei no meu blog e tinha um comment seu lá tb!!

Caramba, que coinidência incrível essa!
Amei demais da conta!!

E amei suas palavras, amiga!!

** Abraça forte a Barbie **

Vc é um amor, e eu nunca vou esquecer de ti e de tudo o que passamos juntas!!

Te adoro, amiga!!!

Um beijo no seu coração com carinho máster!!

Andie disse...

Isso aí !
Eu e a Ana Paula conversamos por telefone e achamos a mesma coisa.
É MUITO convarde ficar se empanturrando pra depois se lascar toda ajoelhada numa privada.
Isso não é vida.Temos que aguentar as consequencias de nossas escolhas.

Teu LF tá ótimo garota Pink ^^
Um dia de compulsão não vai derrubar uma guria que não desistiu de seus objetivos.

Beijos e sabes onde me encontrar x)

Aninha disse...

nem fala viu?!é uma m**** essa doença acabou comigo..mais agora eu saio dessa.
o// estou confiante.eu tambem como um bombom e já acho que engordei 10 kg aí enfio o pé na jaca(passado..vamos tentar nao fazer + isso)
muita força viu?
bjusss

Lisa disse...

nena, estas echa toda una diosa!

ojala yo tubiera esa fuerza.

besitos cuidate nena

xoxo

miss t disse...

Afffffs.. nem me fale em compulsões!!!! ¬¬' (esses olhos sao pra mim mesma!) to acabada de tanta porcaria, coisas chatas aconteceram e isso acaba com a gente! =/
Mas eu tava com saudade do seu bloggggg! xDDDD
Vamo q vamo! ^^
BEeeeeeejo lindaaa!

Ana Blues disse...

Oi, minha linda! Que tuuuudo ficou esse novo cantinho. Adorei as fotos, tá tudo muito fofo.
Bom, espero que a essas alturas vc já esteja melhor, mais controladinha e tentando se livrar da Mia, essa praga que nos engana dizendo que tudo tem solução. Bom, sabemos que não é bem assim, mas vamo que vamo.
Seus NF e LF são perfeitos, mas o mal de ficar muito tempo sem comer é mesmo a compulsão. Quem sabe se vc conseguir fazer um LF bem parceladinho não tenha menos vontade de comer tudo o que aparece pela frente. E à noite é muito pior, não é? Pelo menos comigo é... eu viro o demo, tenho uma fome totalmente fora do comum e só fico pensando em como me livrar disso tudo.
Mas a vida segue seu curso. Muita força sempre, tá?
Beijo grande.