segunda-feira, 9 de março de 2009

I'm just a kid

Sabem, de verdade, eu me sinto uma otária. Uma loser.
Hoje eu chorei porque fizeram uma brincadeira comigo no meu trabalho. Eu tô sempre distraída, e eu não notei que tinham me dito uma coisa, eu entendi outra e aí todo mundo me zuou. Todo mundo, leia-se: duas pessoas. E o que eu fiz? Disse que ia no banheiro, me tranquei em um box e chorei... Com a cabeça inclinada, para as lágrimas não escorrerem no meu rosto e não borrarem minha maquiagem. Fiquei lá observando as gotas gorssas pingarem no chão... Depois eu sequei as lágrimas, arrumei meu cabelo e saí agindo daquela mesma forma hipócrita de sempre. Balançando o cabelo no meio da cintura, com aquele olhar esnobe idiota.
Eu engano todo mundo.
No fundo, eu sou completamente insegura. Assustadoramente insegura. No fundo eu sou uma bobona que não sabe se virar sozinha. Que chora escondido e não sabe dizer "não". Sou aquela que tenta agradar todo mundo e só toma cassetada!
Desde criança eu sou assim. Eu só conseguia dormir no quarto da minha mãe. Eu dizia:
- Mãe, espera eu dormir?
E ela esperava, durante horas, porque eu demorava horas pra dormir.
Ou, quando eu estava muito cansada, eu dizia:
- Mãe, reza pra mim?
E ela rezava. Assim como fazia todas as noites e todos os dias, eu suponho. Mesmo sem eu pedir.
Eu estou muito nostálgica, mais que o normal.
Hoje eu queria ficar sozinha. Do meu modo.
Porque eu sou tão ridícula que quando eu me isolo do mundo, eu faço isso na segurança do meu quarto, abraçada com o meu cobertor que eu ganhei no dia que eu nasci. E fico lá com o cobertor no nariz, sentindo o cheiro da segurança... E é assim que eu ainda durmo, todas as noites...
Eu pensei em me isolar de todo mundo de novo... Mas existem duas pessoas que eu sei que ficariam realmente chateados comigo se eu fizesse isso. Uma delas é o meu melhor amigo. E a outra é a minha super amiga.
Eu tenho poucos amigos. Meus amigos se resumem à minha família... E eu sinto que eles não gostam muito de mim... Mesmo eles sendo tudo na minha vida.
Mas eu não posso dizer isso, eu não sei dizer isso. Não sei dizer o que eu sinto. Meus abraços são duros... Com algum esforço, eu posso dizer exatamente o que eu penso. Mas não o que eu sinto. Isso nunca.



(livrai-me de todo mal, amém) ♥



"Eu estou sozinha essa noite
Ninguém se preocupa essa noite
Porque eu sou apenas uma criança essa noite"



Estou horrivelmente gorda e compulsiva. Miando demais, todos os dias. Não adianta =/
Gastei todo meu dinheiro comprando coisas... Só sei comer e comprar. Meus pais acabam pagando as minhas contas, os meus estudos, porque eu só compro o que eu não preciso... Eu não preciso de nada que eu comprei. É como sapato de mulher: não é uma necessidade, é um desejo.
Eu preciso controlar meus desejos, minhas paixões. Odeio esse meu comportamento "hedonista". É tão bulímico!
Estava lendo um livro de astrologia esses dias. Sabe quais são os animais que representam o meu signo? A vaca e o elefante. Legal, né? Bem familiar ¬¬'
Ok, vou ocupar meu tempo lendo coisas melhores.
Desculpem o post retardado, na verdade foi mais um desabafo. Acho que ninguém conhece esse meu lado =/

Beeeijo;*

11 comentários:

●๋•mlle nessita●๋•peur de moi même●๋• disse...

imagina eu as 40 anja...meldels me livre disso e me leve antes!

amo te

Jennifer disse...

Olah*

em adolescente tmb era assim. mostrava me uma rapariga estupidamente forte que não mostra os sentimentos. Com o tempo mostraram-me e vi k nao era preciso ser tao assim.

fui mudando, embora oj nao consiga dizer muitas vezes o que estou a pensar ou a sentir. mas tento dar a volta por cima.

coragem e em x de comprares essas coisas k nao precisas junta. eu tambem sou assim mas agora nao posso pk tenhu de me sustentar e nao posso ter caprichos. ( se nao tivesse gasto nos caprichos awora tinha uma quantia fixe para comprar akilo k preciso mesmo)

beijos **

ruby disse...

Oi Barbie!
ai. ai. ai, eu também durmo cheirando um paninho. Faço isso desde pequena e até hoje não consigo dormir sem um paninho pra cheirar =P

Me identifiquei demais com esse post.
Ás vezes me sinto muito 'criança', muito boba e morro de medo que as pessoas percebam isso. Uma vez um psiquiatra me disse que eu tenho um tipo de uma recusa em me desenvolver =/ e é por isso que deixo de comer também - assim não desenvolvo o corpo.
Sei lá se isso faz algum sentido.
Sobre esse assunto, tenho tanta coisa pra falar que é melhor eu fazer um post lá no meu blog =P

Quanto a brincadeira lá no seu trabalho. Ai flor, veja pelo lado bom ... pelo menos você é meiga e querida! Não fica fazendo barraco ¬¬ (que nem eu) .

O seu post não é retardado, eu gostei! E também faz bem desabafar, nos sentimos mais leves!

Beijinhos! Cuide-se e tenha uma ótima semana!

valentina disse...

oi, amei o seu blog hihi :)
ah linda, é bom desabafar, e nem se desculpa, porque estamos aqui para ler os seus desabafos, as alegrias e suas tristesas!
to aqui pra tudo viu? beijoos e força!

Isis Gonzalez disse...

Olá linda!
Eu não sou ana nem mia..jah fui ana há um tempão atrás, mas não vale a pena essa vida, mas acho que essa é uam decisão sua..detesto fazer criticas..rs!!
E poxa é muito trsite qnd nos fazemos de forte e não somos, as vezes se vc mostrar seu lado insegura e sensivel tds vão te entender melhor. e Vc sempre lá no blog ta??
bjão

| Anna Junkie | disse...

Eu também sempre mantenho a postura de "sou fodona", superior, arrogante e esnobe, na frente dos outros, na rua, no colégio.. Mas em casa, dentro do meu quarto, sou exatamente igual a você. Acredite. Choro muito trancada no quarto, agarrada com um coelho de pelúcia azul =/

Não acho errado usar essa "máscara" na frente das pessoas. Acho até certo, porque no mundo de hoje em dia, se você não estiver lá em cima, as pessoas pisam em você e te poem pra baixo. Essa é a verdade.

Também to miando muito!
várias vezes, todos os dias =/
com muito, muito sacrifício to tentando controlar..



força pra você (L³

Pucca disse...

Ohhh amiga, calma fica triste nao, tudo vai da certo. Deus escrevi certo com linhas tortas. Força sempre ♥

Porcelain.Doll disse...

Sabes querida, tu não podes pensar que estas sozinha. Hà mais 6 biliõess de pessoas que fingem ue se sentem seguras quando não estão. Acredita. Não há uma unica pessoa (a não ser as com disturbios de personalidade narcisistas e complexo de Adonis)que se sinta realmente tão segura como mostra ser...
Meu amor estou aui paratudo.
Love*

GueGue disse...

Sabe, eu sempre pedi pra minha mãe esperar eu dormir... Força ai! vai dar td certo! beijoss

Feer. ♥ disse...

Sei o que se passa e muitas vezes penso em me isolar tbm.. aliás, acho que já o faço..
mais como tenho poucos amigos, isso não faz muita diferença..

Força amiga, por mais ridículo que pareça, não podemos desanimar.. humpt (como se fosse fácil)

Beeijos!
te adoro

Barb. disse...

sabe amiga, tbm engano muita gente... aparência de "não preciso de ninguém", de pessoa segura. -mentira das grandes... a verdade é que eu não consigo tirar a máscara, eu sinto que se eu tirar, eu vou até sumir, de tão pequena que eu me sinto! se eu tirar a máscara, eu não vou conseguir parar de chorar... a máscara me faz mais forte, mas uma mentira ao mesmo tempo...
força amiga! te amo ;)
beijo