terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

I NEED YOU SOMEHOW

Sento-me para jantar. É óbvio que eu já sabia que depois iria miar.
- Esse calor está insuportável! - disse a minha mãe - Não vou nem jantar. Não consigo comer nesse calor. Tô olhando pra você e não sei como está aguentando comer essa pratada. Mas é porque eu como bem pouco, só uma colher de arroz.
- Aqui tem duas, grande diferença. - respondi tentando controlar a minha voz. Eu queria gritar.
- É o dobro, querida. - disse ela por fim quando saiu da cozinha. Me calei. Eu estava errada.

Olhava para o prato mal conseguindo distinguir o que havia nele. Fiquei sufocada pelas lágrimas. Difícil dizer se estava sentindo mais ódio ou mais vergonha. De mim mesma.
Voltei a encher o meu prato. Comi tudo, até sentir que não cabia realmente mais nada. Passei mal.
Que nojo! Eu sou um fracasso!

As últimas semanas foram um horror! Eu estava completamente obsessiva e calada. Me isolei dos meus amigos nos dias de aula. Me isolei de tudo durante o carnaval. Foi o pior da minha vida.
Só comi e vomitei. E faço isso ainda todos os dias, normalmente umas cinco vezes por dia. Hoje não foi diferente. Enquanto enfrentava o sol do meio-dia para ir à faculdade, após ter vomitado o almoço, eu falei baixinho, com Deus ou sozinha: "Mas que inferno, mas que inferno! Não tô suportando mais!"
Não estou mesmo.
Eu queria sumir.
Consegui engordar 4,5kg desde o fim de novembro. Me sinto um monstro nojento! Fui de 47kg para 51,5kg (de calça jeans e blusinha, mas descalça).
Me sinto humilhada, patética, fraca. E sei que sou tudo isso.
Eu preciso de forças para parar de comer assim e vomitar. As compulsões estão me destruindo. Agora eu estou morrendo de dor de cabeça e estou usando um aparelho chamado holter. Voltei com ele do cardiologista, é para acompanhar os meus batimentos cardíacos. Minha vontade é de arrancar tudo isso, não vai adiantar de nada se eu não parar, mas eu não consigo!
Tô com tanta raiva! Hoje eu me matei de caminhar nesse calor infernal pra acabar comendo, como sempre, e me forçando ao máximo para vomitar tudo o que for possível depois.
Por que ninguém percebe? Por que quem olha pra mim não vê? Como podem não ver? Eu escondo tão bem assim? Por que não me escutam gritar? O meu silêncio é tão profundo assim?
Acho que eu cansei... Mas eu não desisti de lutar. Amanhã é um outro dia. Força, meninas!

Beijos, cuidem-se.



"Tão doce.
Tão inteligente.
Tão criativa.
Tão perturbada."



-

14 comentários:

ness disse...

eu queria poder aliviar a sua dor, mas a minha tbm é tão igual.
love you.

Bya disse...

ai amiga... eu tenho exatamente sua altura, e realmente não entendo como vc com 51kg esta se sentindo mal..
nesse momento, vc precisa de forçar pra tentar viver uma vida normal...
boa sorte!
bjs

Butterfly Blue disse...

Querida, eu sei que é dificil parar de vomitar e enlouquecer...ta dificil p mim tb.
Eu tb nao sei bem o q fazer p melhorar, eu tento me pesar o menos possivel, sei lá pq.
Fica bem .... beijos

avalanchee;; disse...

As pessoas não ouvem porque elas não querem ouvir.

menina disse...

nossa que péssimo :/

nem sei o que dizer.. engordei bastante no fim do ano e sei o quanto isso é ruim...

tomara que você perca logo esses 4k e meio...

:)

fica bem

Anna disse...

bom,sua angustia não tem como eu ajudar,seus gritos não tem como eu fazer com que sejam ouvidos..

"Gostaria de te desejar tantas cois.Mas nada seria suficiente.Então desejo apenas que vc tenha mtos deseho.Desejos grandas e que eles possam te mover a cada minuto,ao rumo da sua felicidade" drummond

:/ forças,vc consegue

beauty from pain disse...

ola!! estou contigo, amiga... espero que consigas eliminar rápido os 4 kgs a mais.. eu sei que vais conseguir! olha por ti... tem calma :) bjs

Andie disse...

Não adianta ser bela se vc não enxerga a sua beleza por si mesma? Sem precisar ouvir aos outros? Deus ouve os seus silêncios. Ele sempre está ao seu lado, mas Ele te deu o livre-arbítrio, então as decisões serão suas, minha querida =)

Você não é um fracasso e basta calcular o seu IMC pra saber disso.
Se sua mãe soubesse pelo que vc passa, talvez nunca mais diria isso. Mas mesmo assim reclamos: se elas nos obrigam comer ou se elas acham que comemos demais.

A vida de t.a. sempre te deixa em xeque. Mas é um trabalho árduo fugir do mate. Porém, vc vai conseguir.

=**

Anônimo disse...

ai, eu sei que é díficil, mais foça, vc vai conseguir!!

(●• LIA •●) disse...

"eu queria poder aliviar a sua dor, mas a minha tbm é tão igual."(Necessita)

o médico disse que tenho que fazer esse também pelo história da minha família. pais tias avós todos cardíacos.


Espero que melhore. Mas como esse troço todo preso ao seu corpo é uma inferno.

Deveria tá dando palavra de incentivo neh?! Mas....desculpa. Melhoras linda!

Vaaleu pela força!

Anônimo disse...

http://www.minhavida.com.br/conteudo/3877-Voce-pensa-que-emagrece44-mas-engorda-ainda-mais.htm

Jessica Winter disse...

Oi! Esse aqui é o meu perfil verdadeiro (da Rose Cassée www.lerosecassee.blogspot.com)
O blog Ana/Mia vai ficar desativado por uns tempos, por isso vou te seguir nesse aqui, que é meu original... Beijos! Força! ♥

Anna Thin . ♥ disse...

É isso que sempre me pergunto "será que meu silencio é tão profundo??"

Sabe, acho que o que mais mata a gente, é nossas mães e familiares, ficarem ora dizendo que não estamos comendo, ora nos repreendendo por comer demais..

Você NÃO é um fracasso tá entendendo?

No final tudo da certo, eu sei que dá, eu acredito, eu TENHO que acreditar..

Te adoro!

Mianazinha disse...

Oi amore, fiquei muito feliz pela a sua visita no meu blog, ai amore a tempos te visito faz muito tempo que você não fica feliz =/
Você não está nada, nada, nada bem amore, será que não é melhor você procurar alguém para conversar!!!
Você mora em SP né?

beijinhos