sexta-feira, 12 de junho de 2009

Minha Amiga Wannabe

Vamos chamar a minha amiga de C.
Começando do começo, a nossa história começa na infância. Sim, nós somos amigas de infância. Ela é uma das poucas pessoas nesse mundo que eu posso chamar de amiga. Eu a adoro!
Nos conhecemos na igreja, ambas tivemos educação católica, nossos pais são amigos e etc.. Sempre fomos muito unidas, apesar de sermos completamente diferentes.
Éramos crinaças magrelas, ela mais do que eu. Ela era ginasta e fazia natação. Eu só fazia natação.
Crescemos bem com as nossas diferenças...
Meu corpo começou a mudar antes do dela (sou dois anos mais velha) e desde então eu tenho lutado contra ele. Desde então eu tenho demosntrado todo e qualquer tipo de rejeição a ele. Desde então eu comecei a contaminar todas as minhas amigas com a minha "paranóia".
Ela não foi a primeira. Uma outra amiga nossa, a B., começou a fazer regime antes dela e nós duas comentávamos orgulhosamente aos finais de semana quanto peso nós tínhamos perdido durante determinada semana. Essa minha amiga desistiu das dietas mais tarte quando ela começou a passar mal e ter muitas tonturas. E hoje nós nos vemos pouco, mas ela sempre me elogia se eu estou mais gordinha e me censura quando acha que eu estou magrela demais.
Por isso que eu digo: não é algo que nós escolhemos. Somos escolhidas. Essa minha outra amiga, a B., poderia estar como nós agora. Mas não era pra ser ela...
O fato é que a C. ficou sim gordinha. E eu acho que a culpa por ela ser uma wannabe não é dela, e sim, minha. Eu me sinto responsável.
Ela sempre esteve comigo quando todas nos arrumávamos pra sair e eu me queixava de como a roupa marcava o meu corpo, sempre me queixava do quanto estava gorda. Sempre zombava das meninas "gostosas" que se achavam maravilhosas quando elas não passavam de garotas com excesso de gordura... E tudo isso que vocês sabem bem.
A C. se achava "gostosa" e dizia que se sentia bem. Mais tarde, ela passou a dizer que gostava do corpo dela, exceto da barriga. Mais tarde, ela se achava gorda demais... E dia desses ela me mandou umas mensagens pelo celular.
Perguntou se eu conhecia uma certa marca de laxantes. Eu me fiz de desentendida e disse que não. Ela disse que estava tomando e que ajudava a emagrecer. Eu disse que essas porras de laxante não emagrecem e ela me disse que também estava fazendo dieta, que quase não comia e que fazia umas coisas mais... (vomitar, ou, tentar vomitar, suponho).
Eu fiquei com muita raiva! Nós já conversamos sobre isso... Minhas amigas meio que sabem da Ana e da Mia, mas elas deixam em off. Há uns dois ou três anos, a C. comentou comigo que sabia, que ela tinha percebido e me perguntou como eu fazia. Eu neguei e disse que ela era louca.
Em fevereiro desse ano, eu estava dando um sermão nela por causa do cigarro (sim, ela estava fumando) e ela disse que cada uma tinha o seu vício. Eu vomitava e ela fumava e eu fiquei quieta.
A questão é que eu comecei a rebater as mensagens dela. Disse que ela não iria emagrecer assim. Ela me perguntou se eu conhecia um outro jeito melhor além de não comer, tomar laxante e fazer "mais algumas coisas". Eu disse que sim e disse que depois conversávamos.
Não conversamos.
Ontem nós fomos a uma festa. Ela me disse:
- Vamos comer um bolo?
Eu disse que sim. Nós comemos. Eu já havia comido horrores! Minutos depois, quando eu pensei em levantar, ela disse que ia ao banheiro. (Droga, antes de mim!). Esperei um tempo, bastante tempo. Não a vi em lugar nenhum no salão. Fui ao banheiro. Miei, saí e estava arrumando meu cabelo quando ela saiu de um dos boxes.
Eu sorri e disse:
- Oi.
Ela sorriu e também disse "oi" pra mim.






-

11 comentários:

Anna Thin . ♥ disse...

O que dizer amiga?!


que não se culpe pelo fato desse episódio estar acontecendo com sua amiga.

Como você mesmo disse, "não é algo que escolhemos, somos escolhidas"

Isso tudo que acontece é apenas a somatização de vários fatores que podem ou não influenciar uma pessoa. Você por acaso atribuí a sua anna e mia a alguém?! Alguma vez se lembrou no início de tudo de alguém vomitando perto de vc, ou fazendo dietas malucas?
Talvez não, porque tudo começa dentro de nós mesma, ou de certa forma criamos isso.

Não se culpe mesmo pelo fato disso estar occoredo ouviu? É apenas um caso que aconteceu mais perto que vc imaginava, e cabe a vc disseminar isso, pois é com alguém que vc ama, e que certamente vc não quer ver passar por isso.

No mais, espero que esteja bem!

Te adoro amiga!
Beeijos

Atras da verdadeira identidade anaemia disse...

Sempre te acompanho, leio seu blog, mas soh há pouco tempo fiz um p mim...menina..episódios como esse marcam a gente..cada um é cada um..somos resultado de diversos fatores que hj nos tornam o ke somos....espero q nada destes acontecimentos te deixem triste e mesmo q alguem suspeite de vc e tals, não interessa a ninguem se vc vomita ou não (ninguem paga as tuas contas ou te veste não eah mesmo??)...amigos q sao amigos convivem com nossas qualidades e possiveis diferenças...(a gente convive com o fato deles comerem como se o mundo fosse acabar e eles convivem conosco e nossas diferenças)..espero q esta semana seja de força p vc viu..bjs no S2 (te linkei)..bjss

Barb. disse...

não se culpe amiga! a escolha foi dela... ela quis ser influenciada!
espero que seja só uma fase dela de 'wanna be' rs

beijo

hell w. disse...

Não se culpe.
Olha, cada uma de nós fazemos nossas escolhas. De uma certa forma, você a influenciou indireramente, mas não se culpe, a principal culpa foi dela e de vários outros meios. Ia acontecer de qualquer forma, você estando ao lado dela ou não.

Beijos ;*

hell w. disse...

Não se culpe.
Olha, cada uma de nós fazemos nossas escolhas. De uma certa forma, você a influenciou indireramente, mas não se culpe, a principal culpa foi dela e de vários outros meios. Ia acontecer de qualquer forma, você estando ao lado dela ou não.

Beijos ;*

Anne Darkness disse...

A culpa não é sua, nem dela, nem de ninguém q esteja passando por isso. (Bom... com exceção de alguns casos, claro... -.-)

Converse com ela, e tente fazê-la parar agora q ainda é inicio... porque depois, fica quase impossivel.

:*

Anne Darkness disse...

A culpa não é sua, nem dela, nem de ninguém q esteja passando por isso. (Bom... com exceção de alguns casos, claro... -.-)

Converse com ela, e tente fazê-la parar agora q ainda é inicio... porque depois, fica quase impossivel.

:*

☆ácida ou doce☆ disse...

nos escolhemos o que achamos que é melhor pra nós, não se culpe, tu não é a responsável.!
bjoos
saudades.

Ana L. disse...

a culpa num éh sua,neim dela,ngm escolhe passar por isso.Afinal quem num quer ser aceito do jeito que éh.
Bjoos e boa sorte

anna by mia disse...

oie, nenhuma das minhas amigas sabem q eu sou anamia, eu me sinto sozinha as vezes mas eu msm tenho forças pra me ajudar a controlar, se disseram q vc tem toc, eu digo q tenho uma amiga imaginaria a verdade é q somos apenas nós msm. nao ha nada de errado conosco, nos somos o q somos.
a vida nao é feita so de vitorias, mas qndo pudermos vencer temos q correr a tras pra conseguir a desejada vitoria. força pra vc e pra mim tmb bjuxx meu anjo

Anna disse...

Quqrida,não se culpe,de verdade...cada um faz suas proprias escolhas..nós escolhemos isso, e outras tbm escolherão..

forças :)
sorte pra vc e pra C. tbm